Easy Resize com

Conheça o Camélia Òdòdó, com menu assinado por Bela Gil

O projeto, localizado na Vila Madalena, em São Paulo, tem cardápio 100% vegano assinado pela culinarista e apresentadora de TV, Bela Gil

 

Nathalia Favaro, da Vitrô Arquitetura, e Ana Guedelha, assinam em conjunto o projeto do Restaurante Camélia Òdòdó, no bairro da Vila Madalena, em São Paulo. O espaço conta com 74m² de restaurante e café 55m² da Loja Korui e, apesar de usos distintos, ambos compartilham a mesma fachada. Os principais desafios encontrados pela dupla, na concepção do projeto, foram o declive acentuado ao longo de toda a fachada, a falta de integração entre o imóvel e a rua, a pouca entrada de luz natural e a existência de desníveis internos.

Logo na entrada, uma grande escadaria foi projetada para permitir o acesso ao imóvel – respeitando o desnível natural da rua. Ela, que também serve como uma arquibancada sombreada, cria um efeito de alargamento da calçada. Uma marquise em concreto ajuda nessa integração e abriga a chegada do pedestre a partir do café e percorre toda a extensão até a loja.

 

“O projeto de arquitetura foi pensado a partir de um eixo central que conecta a loja ao restaurante e conta com uma escadaria e uma marquise para acesso. Nas extremidades do imóvel configuram-se, de um lado, o salão do restaurante, café e cozinha e de outro, a loja Korui” – Ana Guedelha.

 

Easy Resize com

Easy Resize com

 

 

 

Easy Resize com

 

A escolha da paleta de cores, bem como o mobiliário e revestimentos, se relaciona diretamente com as marcas Camélia Òdòdó e Korui. “Todos os tons, que variam entre quentes e terrosos, bem como os materiais, foram pensados para conferir aos ambientes leveza e aconchego, além de resgatar os valores das duas marcas que buscam estar em harmonia com a natureza”, reforça Ana.

Em meio a planta livre da loja, um bloco central existente abriga o programa mais funcional do projeto, composto por banheiro, estoque e caixa. A cozinha e o estoque foram dispostos de maneira a compreender a entrada de serviços a partir da rua e com uma configuração em L, criou-se uma abertura independente para o café. O deck ao ar livre com um jardim de Plantas Alimentícias Não Convencionais (PANC’S) está entre os highlights do restaurante.

 

Easy Resize com

Easy Resize com

Easy Resize com

Easy Resize com

 

O projeto evitou grandes reformas estruturais na antiga casa. Parte dos resíduos gerados na demolição foram reutilizados na própria obra: no deck externo, no banco da calçada e no mobiliário interno. “Além disso, resgatamos a luz natural do imóvel a partir da abertura dos vãos existentes, que estavam cobertos, gerando um aumento da sensação de amplitude”, afirma a arquiteta Nathalia Favaro, da Vitrô Arquitetura.

Pensando no conceito de gentileza urbana, a dupla implementou alguns elementos que fizeram parte da proposta – como a reforma da calçada, a criação de um banco público, um estacionamento de bicicletas e um bebedouro com água potável gratuita.

 

Easy Resize com

Easy Resize com

Easy Resize com

Easy Resize com

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Descritivo enviado pelo profissional
Imagens: Ana Helena Lima/Maura Mello

Compartilhe este post

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest