Pesquisa da UFSCar estuda diretrizes para redes cicloviárias

blog

Projeto busca voluntários para responderem questionário online

 

A pesquisa intitulada “Diretrizes para implantação de redes cicloviárias frente às interfaces urbano-rodoviárias utilizando geotecnologias”, desenvolvida no âmbito do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Urbana (PPGEU) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), está convidando pessoas voluntárias para responderem questionário online sobre viagens de bicicleta em redes cicloviárias.

Realizada pela aluna de mestrado do PPGEU Maria Paula Rosa Freato, sob orientação da professora Rochele Amorim Ribeiro, do Departamento de Engenharia Civil (DECiv), a pesquisa tem como objetivo identificar a importância dos critérios das redes cicloviárias para viagens de bicicleta em trechos rodoviários entre cidades de uma mesma região.

Podem participar do estudo pessoas com idade acima de 18 anos e que residam em qualquer localidade brasileira. Não é necessário ter capacidade técnica no assunto, nem experiência com ciclismo. O tempo previsto para resposta é de 10 minutos.

Acesse o questionário AQUI

 

blog

 

*Dúvidas podem ser encaminhadas aos e-mails [email protected] e [email protected] Projeto aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da UFSCar (CAAE: 52911521.2.0000.5504).

Mapa da Arquitetura Social oferece panorama da ATHIS

WhatsApp Image at

Mapa reúne informações e iniciativa é faz parte da campanha Mais Arquitetos

 

O CAU Brasil lançou este mês, dia 17 de junho, o novo hotsite da campanha Mais Arquitetos, e com ele, o Mapa da Arquitetura Social. O conteúdo faz parte do esforço empreendido pelo CAU Brasil para ampliar a difusão da Lei de Assistência Técnica em Habitação de Interesse Social- ATHIS (Lei 11.888/2008) em defesa da moradia digna para todos os brasileiros.

O Mapa da Arquitetura Social reúne informações sobre cidades brasileiras que já dispõem de leis e programas específicos para regulamentar a nacional que garante a famílias com renda de até três salários mínimos o direito a assistência técnica e gratuita para projetos, reformas e construção de habitações. As leis municipais reforçam o reconhecimento, a adesão e o orçamento necessário para programas habitacionais dirigidos à população de baixa renda. Levantamento realizado pelo CAU Brasil identificou mais de vinte municípios que contam com legislações alinhadas à lei federal.

 

WhatsApp Image at

 

O hotsite oferece informações de interesse dos diferentes públicos envolvidos: arquitetos e profissionais que desejam conhecer melhor a lei; gestores públicos, ONGs, cooperativas e movimentos sociais que se dedicam a propor projetos de moradia popular; e ao próprio público interessado em acessar o serviço. O espaço virtual permite que gestores das políticas de habitação possam ter acesso a modelos e documentos que balizam a estruturação de políticas e programas locais. Ao mesmo tempo, oferece orientação à população de baixa renda sobre como e onde buscar este direito. No mesmo espaço, os internautas também conhecerão experiências bem sucedidas realizadas com base na Assistência Técnica de Habitação de Interesse Social.

Acesse o hotsite e saiba mais sobre a campanha AQUI!

 

A campanha Mais Arquitetos conta também com uma série de conteúdos desenvolvidos pela equipe de comunicação, com apoio de um grupo de trabalho constituído por assessores da Presidência, membros da Comissão de Política Profissional e outros conselheiros, para ampliar o debate sobre o acesso à moradia. Faz parte da ação a série de “lives”  “Moradia digna é um direito de todo brasileiro”, que apresenta debates com transmissão ao vivo pelas redes sociais do CAU Brasil durante o mês de junho. As “lives” promovem a conexão entre arquitetos e arquitetas que atuam na área da ATHIS, conselheiros e conselheiras do CAU Brasil e influenciadores que produzem conteúdo digital dirigido à população de baixa renda, público-alvo das políticas de ATHIS.

A LEI FEDERAL Nº 11.888/2008 ATHIS GARANTE QUE FAMÍLIAS COM RENDA DE ATÉ TRÊS SALÁRIOS MÍNIMOS RECEBAM ASSISTÊNCIA TÉCNICA PÚBLICA E GRATUITA PARA A ELABORAÇÃO DE PROJETOS, ACOMPANHAMENTO E EXECUÇÃO DE OBRAS NECESSÁRIAS PARA A EDIFICAÇÃO, REFORMA, AMPLIAÇÃO OU REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA DE SUAS MORADIAS.

Entenda mais sobre 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: CAU/BR

Imagem:

Mobilidade sustentável e logística a favor da natureza

pexels tomas malik Easy Resize com

Como grande vilão na batalha contra a natureza, o transporte vem passando por muitas mudanças, desde a mobilidade sustentável urbana até soluções efetivas para grandes frotas.

 

Os veículos estão na lista dos maiores poluentes do planeta com o processo de queima e evaporação de combustível. De acordo com os dados do SEEG, os transportes de cargas e passageiros, foram responsáveis pela emissão de cerca de 196,5 Mt de CO², em 2019. Algumas mudanças já foram adotadas, como o uso de biocombustíveis (livres de CO²) e os veículos elétricos, e outras estão a caminho como o programa de controle da poluição do ar para veículos pesados (Proconve). No entanto, quando falamos em empresas com grandes frotas é preciso tempo para reestruturação econômica e adaptação, o que não significa continuar poluindo.

Segundo Daniel Schnaider, especialista em tecnologias disruptivas e CEO da Pointer by Powerfleet Brasil, líder mundial em soluções de IoT para redução de custo, prevenção de acidentes e roubos em frotas, soluções como a Pointer SmartSaver foram desenvolvidas para que a redução de combustível atingisse o equilíbrio em todos os seus pilares: social, econômico e ecológico. Com o uso da IoT, a solução é capaz de economizar cerca de 26% de combustível por mês, em uma frota de 8 mil veículos. A redução de poluentes segue o mesmo número.

 

“Embora frotas sustentáveis sejam uma demanda essencial e muito desejada, nem todas empresas conseguirão fazer a transição, principalmente em meio à crise. Trocar dezenas de milhares de veículos de alto custo para suas versões elétricas de uma única vez é inviável. Isso requer tempo e muito investimento. Mas não por isso a sustentabilidade deve ser uma premissa descartada, pelo contrário. É possível inclui-la no planejamento de redução de custos. Não é necessário esperar pelo elétrico para ajudar o meio ambiente. Podemos revolucionar a gestão de frotas e veículos sustentáveis no mundo agora mesmo.” – Daniel Schnaider, CEO Pointer by PowerFleet Brasil, líder mundial em soluções de IoT.

 

Ainda, no conceito de sustentabilidade o uso da tecnologia prevê manutenções preventivas aos veículos e rotas otimizadas. A inteligência artificial do driver feedback, em tempo real identifica padrões não desejados como ultrapassagem em faixa contínua, alta velocidade, direção com celular, falta de respeito ao pedestre e até mesmo distância segura do veículo da frente, evitando freadas bruscas e desgaste desnecessário dos pneus.

 

Pointer by Powerfleet Brasil

A multinacional de origem israelense iniciou operações em 1994 e está presente no Brasil desde 2010. Em 2019, foi adquirida pela norte-americana PowerFleet®. A companhia é especializada no desenvolvimento de ferramentas, serviços e tecnologias para gestão inteligente de frotas de empresas e locadoras, com foco em soluções de telemetria. Além de possibilitarem uma redução de custos em torno de 20%, seus produtos proporcionam o monitoramento remoto dos veículos, diminuindo a incidência de fraudes, desvios de conduta e roubo de cargas. Com mais de 3 milhões de produtos de telemetria vendidos reúne mais de 50 mil carros, motocicletas, caminhões e implementos rodoviários rastreados no Brasil e 600 mil no mundo.

 

 

 

 

 

 

 

Fonte Pointer by Powerfleet Brasi
Imagem: Tomáš Malík

 

CAU/BR – RRT Urgente

Imagens Recorte MIDIAS

De forma a apoiar profissionais e empresas, o CAU/BRASIL está disponibilizando novos tutoriais sobre emissão de RRT em seu site e nas redes sociais.

 

Desde o primeiro dia, a Nova Gestão do CAU/BR definiu como prioridade absoluta as correções no sistema de emissões de Registro de Responsabilidade Técnica por meio do SICCAU. De 84 problemas detectados após a implementação da Resolução CAU/BR Nº 184, em setembro, 52 correções já foram feitas. Previsão é que todas as demais correções sejam finalizadas em março e a emissão de RRT seja normalizada em definitivo.

Para cumprir esse prazo, está em ação uma força-tarefa de conselheiros e funcionários. O efetivo de analistas responsáveis por avaliar e testar as melhorias no SICCAU será aumentado em mais de 40%. Outra equipe tem entrado em contato direto com arquitetos e urbanistas que registram maiores dificuldades nos canais de atendimento. Nesta semana, foi corrigida uma inconsistência em RRT de arquitetos e urbanistas responsáveis técnicos em empresas e órgãos públicos.

Essas ações do CAU/BR, planejadas em conjunto com os CAU/UF, fazem parte do esforço prioritário para que os arquitetos e urbanistas possam emitir seus RRT de forma online, imediatamente.

 

Veja AQUI principais mudanças no RRT

Confira AQUI tutoriais sobre RRT

 

Dúvidas

Ligação gratuita: 0800-883-0113
Ligação de celulares: 4007-2713
Na internet: www.caubr.gov.br/atendimento

 

POST RRT URGENTE x x

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: CAU/BR
Imagem: Divulgação

ABNT promove curso sobre acessibilidade e sinalização visual, tátil e sonora

Imagens Recorte MIDIAS

Aulas terão início no dia 24 de fevereiro e têm objetivo de capacitar profissionais da área de projetos, construções e gestão pública.

 

A ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas realiza nos dias 24 de fevereiro a 2 de março, o curso “Acessibilidade para comunicação e sinalização visual, tátil e sonora”. As aulas acontecem de forma online ao vivo das 14h às 18h e têm o objetivo de capacitar profissionais da área de projetos, construções e gestão pública.

Acessibilidade é uma constante preocupação das áreas de engenharia, arquitetura e urbanismo, pois está ligada ao fornecimento de condições às pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida para que consigam utilizar, com segurança e autonomia, os espaços públicos ou coletivos. Assim, o direito à acessibilidade tem promovido diversas mudanças nas condições de acesso a esses espaços. As normas técnicas de acessibilidade visam garantir para toda a população o direito de livre acesso aos ambientes construídos e espaços da cidade, especialmente para pessoas com deficiências sensoriais ou pessoas com baixa visão, idosos e pessoas com algum tipo de deficiência cognitiva.

O curso é fundamentado nos princípios do desenho universal, baseados nas referências técnicas das normas técnicas da ABNT, de comunicação e prestação de serviços. Além de diretrizes gerais a serem observadas para acessibilidade, considerando as diversas condições de percepção e cognição, com ou sem a ajuda de tecnologia assistiva ou outra que complemente as necessidades individuais, símbolos e sinalização de acessibilidade. As aulas terão temas como “Sinalização tátil no piso” e “Diretrizes para elaboração de projetos e instalação”, permitindo ao projetista buscar melhor desempenho para atender ao usuário potencial.

 

Informações e inscrições

[email protected] – (11) 3017-3680/ 3684

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: ABNT
Imagem: Divulgação

 

 

 

Centenário do Instituto de Arquitetos do Brasil

PROJETEMOS IAB page Easy Resize com

Um século de arquitetura e urbanismo pela democracia, cultura e direito à cidade.

 

O IAB – Instituto de Arquitetos do Brasil, comemora hoje 100 anos e convida todos e todas para uma ação nacional simultânea: entre 18h30 e 20h30, projetar, da janela ou mesmo de uma praça pública, peças gráficas que mostrem que o IAB está, há um século fazendo arquitetura e urbanismo pela democracia, cultura e direito à cidade.

Confira algumas artes propostas pelo IAB que você pode projetar https://we.tl/t-7hWls9B5KL

 

PROJETEMOS IAB page Easy Resize com

 

“Mesmo não podendo estarmos juntos em uma grande festa, vamos colocar nossas lutas, nossa história e nossa alegria de fazer parte dessa rede nas ruas do máximo de cidades possíveis, mostrando a capilaridade e capacidade de ação coletiva que nossa centenária entidade possui!” – IAB

 

Para celebrar, o Instituto também promoverá uma tarde de reflexões, homenagens, discussões e intervenções urbanas.  A partir das 13h20 começa o 166° COSU que será transmitido no Youtube do IAB https://cutt.ly/iab100

Veja a programação completa no link e participe!

 

PROJETEMOS IAB page Easy Resize com

 

PROJETEMOS IAB page Easy Resize com

 

PROJETEMOS IAB page Easy Resize com

 

PROJETEMOS IAB page Easy Resize com

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: IAB
Imagens: Divulgação IAB

Concurso Parklet 4.0 destaca melhores projetos

recortecapa

Projetar elege ganhadores em disputa que propõe criação de espaços de convivência urbana.

 

Elaborada pelo Portal Projetar, a disputa rendeu projetos atraentes à convivência pública, dotados de tecnologia, em seu 34º concurso de arquitetura à acadêmicos e jovens profissionais.  

O desafio foi criar, em local à própria escolha, um Parklet 4.0, com o objetivo de explorar as interseções entre arquitetura e tecnologia como um espaço de convivência urbana no âmbito da indústria 4.0. O resultado destacou três ganhadores e ofereceu quatro menções honrosas, dentre os 189 projetos recebidos das cinco regiões brasileiras.  

Como um projeto efêmero de pequena escala e rápida implantação, cujo propósito é promover a convivência urbana, o parklet apresenta-se como o objeto ideal para que esta experimentação se materialize. A ideia do concurso surgiu diante deste período de isolamento social em razão da pandemia causada pelo COVID-19, quando se explicita a carência de convívio em espaços urbanos e, ao mesmo tempo, nota-se o papel central da tecnologia em favor da superação de tal dificuldade, no intuito de provocar a exploração e descoberta de um novo universo de possibilidades projetuais aberto pela revolução digital. 

 

“Essa interseção entre convívio social e tecnologia, que vemos se desenvolver de inúmeras formas em meio à crise que enfrentamos, nos inspirou a propor um desafio arquitetônico que também mistura os dois universos, imaginando que em um futuro próximo as pessoas voltarão a ocupar as cidades, ávidas por oportunidades de socialização.” – Portal Projetar 

 

1º COLOCADO

Paola Bonetto Ferrari 

Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG – Belo Horizonte/MG 

t ccbfacdefbedefb Easy Resize com

2º COLOCADO

Larissa de Carvalho Fioravante 

Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora – CES/JF – Juiz de Fora/MG 

t ccdffdcbdaffef Easy Resize com

 

3º COLOCADO

ROGER MARCUS DA SILVA DA COSTA 

Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ – Rio de Janeiro/RJ 

t ebfabfc Easy Resize com

MENÇÕES HONROSAS

Matheus Vieira de Paiva 

Universidade Paulista – UNIP – São Paulo/SP 

aaacbefbcad Easy Resize com

Laura Flach Aurvalle 

Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS – Porto Alegre/RS 

x Easy Resize com

Maria Izabel Feitosa Barbosa 

cecbccefabcde Easy Resize com

 

Iago Almeida Alves  

Universidade Federal de Roraima – UFRR – /RR 

aefdb Easy Resize com

Por Redação

Imagens: Divulgação

 

 

Wikiconcurso Arquivo Nacional

Wikiconcurso Facebook

Wikipédia lança concurso para melhorar artigos relacionados à Brasília e prorroga inscrições até dia 24/06.

 

O Wikiconcurso Arquivo Nacional é uma competição de edições na Wikipédia lusófona que visa a melhoria de artigos e tem por objetivo estimular a participação da comunidade de editores e editoras da Wikipédia no aprimoramento dos verbetes relacionados à iniciativa Wikiprojeto Inter-wikis do Arquivo Nacional, que acontece desde 2017.  

Os artigos a serem melhorados são todos relacionados a Brasília e inclui tópicos orientados à arquitetura, história, administração política, personalidades relevantes e ao esporte da cidade, entre outros temas. O concurso, conduzido pelo Grupo de Usuários Wiki Movimento Brasil e pelo Arquivo Nacional, reconhece uma lista definida de artigos que podem ser aprimorados e cada editor receberá uma pontuação para cada artigo novo ou editado. Serão cinco prêmios de destaque para os que obtiverem as maiores pontuações. A primeira colocação oferece R$ 2.500,00.  

Para participar do concurso, é preciso efetuar sua inscrição junto ao Arquivo Nacional até 24 de junho de 2020. Os participantes devem obrigatoriamente possuir uma conta nos projetos Wikimedia, que realizará as edições a serem contabilizadas.

As contribuições à lista de artigos poderão ser realizadas de 20 de julho a 14 de setembro de 2020. 

 

Brasilia

 

 

 

 

Por Redação
Imagem: Divulgação